Dica de aplicativo: Zello

Eu baixei esse aplicativo pra testar. Aqui estão algumas telas do aplicativo

ImagemImagem

Ele funciona como se fosse os aparelhos da NEXTEL.

ImagemImagemImagemImagemImagemImagem

Anúncios

Xperia ZQ é lançado oficialmente no Brasil

Após anunciar a pré-venda no site oficial da Sony no Brasil e em lojas online brasileiras pelo preço de R$ 2.049, a Sony lançou o Xperia ZQ oficialmente em solo tupiniquim, com direito a um evento próprio acontecido na cidade de São Paulo.
Imagem

O Xperia ZQ apresenta uma tela de 5 polegadas com resolução FullHD (1920x1080p) de LCD e com a tecnologia Bravia Engine 2, processador quad-core Snapdragon S4 Pro, rodando a 1,5GHz, GPU Adreno 320, 2GB de memória RAM, 16GB de espaço interno para armazenamento, slot para cartão de memória microSD de até 64GB, câmera traseira de 13MP com sensor Exmor RS, capaz de gravar vídeos em modo HDR, câmera frontal de 2MP, que fica está instalada em um canto inusitado, na base do telefone, e conectividade 3G e 4G (2.600MHz).O Xperia ZQ possui dimensões de 131,6 x 69,3 x 9,8 mm e pesa 151g. A bateria, não removível, possui capacidade de 2.370 mAh.

O sistema operacional já é o Android 4.1.2 Jelly Bean, e a Sony já deixou claro que vai receber o Android 4.2 JB, mas roda por cima do SO a interface de usuário Timescape, que tem um visual bonito.

Mesmo construído em plástico, o Xperia ZQ passa uma impressão muito boa e uma pegada sem igual. O smartphone da Sony conta com botão próprio para tirar fotografias, o que o torna uma solução mais prática, pois basta clicar no botão para ativar a câmera, ao contrário de outras dispositivos que necessitam ir via aplicativo.

A missão do Xperia ZQ será encarar o Optimus G e o Galaxy S4, mas assim como o dispositivo da LG, o smartphone da Sony parece estar um pouco atrás em não ter oferecido um hardware mais robusto como um processador Snapdragon 600, que tem um desempenho próximo ao Exynos octa-core do telefone da Samsung.

fonte: mobileexpert

Mais um vírus no facebook.

Imagem

Eu estava no facebook quando eu vi essa imagem. Por favor peço a vocês para não clicarem nesse link. Esse é mais um dos muitos vírus que dissemina no facebook. Também não precisa xingar o amigo isso não é culpa dele.  ImagemEssa linda por R$250,00 por mês é quase impossível nem carro popular é esse preço! Fiquem ligados nessas coisa pra não perder o PC! 

 

Galaxy S4 chegará ao Brasil com estoque limitado

Imagem

A Samsung anunciou nesta sexta-feira, 19, que realizará um evento para o lançamento do Galaxy S4 no Brasil. A empresa confirma que colocará milhares de aparelhos para venda no evento do dia 27 de abril, mas não confirma exatamente quantas unidades.

Entretanto, após a “pré-venda VIP”, provavelmente não será mais possível adquirir o aparalho por tempo indeterminado. A companhia marcou o evento de anúncio do aparelho no Brasil para 30 de abril, mas não confirma quando o celular chegará ao varejo.

Quem quiser comprar o aparelho logo, portanto, deverá comparecer ao evento de pré-venda. A “festa” acontece a partir das 10h em São Paulo, nas lojas dos shoppings Iguatemi, JK Iguatemi e nas Brands Shops Samsung da capital paulista.

O Galaxy S4 deve chegar no Brasil em duas versões diferentes, já homologadas pela Anatel. A primeira, apenas com conexão 3G, deve ter o processador Exynos 5, de oito núcleos, fabricado pela própria Samsung, por R$ 2,4 mil. Já a segunda será compatível com a rede 4G brasileira, mas terá processador Snapdragon 600, de quatro núcleos, por R$ 2,5 mil. Os dois preços correspondem ao aparelho desbloqueado, sem contrato com operadora.

fonte: Olhar Digital/Google

Pesquisa da Motorola Mobility revela que o Brasil está entre os três países que mais assiste TV no mundo.

O consumo de TV em diferentes telas de dispositivos eletrônicos tornou-se uma
realidade brasileira.  Dados da quarta edição do Barômetro de Engajamento de Mídia, estudo global conduzido pela
Motorola Mobility, revelam que o País hoje figura entre os três que mais assistem TV no mundo, com uma média de
20 horas, atrás apenas dos Estados Unidos (23 horas), o líder na categoria. Empatados em segundo lugar, estão
Índia, China, Malásia e Turquia, com 22 horas cada um.

Segundo o estudo, os consumidores em todo o mundo assistem a uma média de 25 horas de programação de TV por semana. A visualização de filmes subiu de cinco para seis horas e o ato de assistir TV aumentou de dez horas em 2011 para 19 horas em 2012. Realizado anualmente pela empresa, a pesquisa analisa de perto as tendências novas e emergentes de conteúdo, tais como hábitos e comportamentos de gravação, que estão mudando drasticamente a forma como o público consome vídeo.

Nesta quarta edição, foram questionados 9,5 mil consumidores, de 17 mercados, incluindo Brasil, Estados Unidos, Reino Unido, França, Alemanha, Países Nórdicos, Rússia, Turquia, Emirados Árabes Unidos, Argentina, México, Austrália, Malásia, Japão, Coreia, China e Índia.

No mundo, quase um terço (29%) do conteúdo visualizado na TV é gravado pelos consumidores. Em contrapartida, o mesmo percentual  (29%) deixa o conteúdo esquecido, sem nunca assistí-lo depois. Outro ponto observado é que a sala de estar continua a ser o epicentro da experiência de conteúdo. O que mudou é que a visualização agora também pode ser feita com mobilidade por meio de diversos dispositivos (smartphones, tablets e notebooks), a chamada “casa de multitelas”.

Entre os cômodos mais utilizados para assistir a esse conteúdo, está o quarto. No Brasil, essa prática é feita em tablets por 69% dos entrevistados, enquanto 63% assistem a vídeos em smartphones. O país é um dos que têm o maior índice nesse quesito, perdendo apenas para o México (78% em tablets e 76% em smartphones), Coreia (70% em tablets e 69% em smartphones) e China (75% em tablets e 67% em smartphones).

De acordo com o Barômetro, a convergência multitelas já é adotada por 62% dos entrevistados no Brasil, que assistem conteúdo em tablets, smartphones ou desktops. O conteúdo mais acessado, por 43% dos brasileiros, são os filmes. Em segundo lugar, estão as notícias, com 36% dos entrevistados, seguidas pelas novelas, com 34%.

No  Japão, conhecido por consumir tecnologia de ponta, o consumo em dispositivos de conteúdo em várias telas fica em 33%. Já outros países da América Latina, como Argentina e México, têm percentual próximos ao do Brasil: 58% e 60%, respectivamente.

Outro dado de destaque, na comparação de 2011 com 2012, o país aumentou o consumo médio de vídeos em tablets, smartphones e laptops fora de casa de 34% para 43%. O país está acima da média global de 2012, de 38%, à frente de países como os Estados Unidos, que diminuíram o interesse: de 31% (2011) para 28% (2012); e do Japão, que aumentou, de 20% em 2011 para 23% em 2012.

O estudo reforça a questão de que as redes sociais mudaram a experiência de ver televisão. O levantamento mostra que há um potencial para usar a mídia social para aprofundar ainda mais a interação entre os públicos, já que 78% estariam interessados em associar seu perfil de rede social a um serviço de TV para compartilhar o que estão assistindo e aumentar a discussão sobre a programação em tempo real.

Outra curiosidade é que a Argentina (34%), Brasil (33%), México (37%) e China (37%) estão os mais interessados em serviços de gerenciamento remoto da residência, como monitoramento de invasão, iluminação e aquecimento, por meio de smartphone, tablet, PC ou laptop.

Sobre o Barômetro de Engajamento de Mídia da Motorola Mobility

O Barômetro de Engajamento de Mídia da Motorola Mobility é um projeto de pesquisa dos hábitos de consumo de vídeo de 9,5 mil consumidores em 17 mercados: Reino Unido, Estados Unidos, França, Alemanha, Países Nórdicos, Rússia, Turquia, Emirados Árabes Unidos, Argentina, Brasil, México, Austrália, Malásia, Japão, Coreia do Sul, China e Índia.

O quarto estudo da Motorola sobre os hábitos de consumo de mídia de consumidores residenciais tem foco na televisão e em conteúdos de vídeo. O objetivo foi desenvolver um entendimento global e regional do que está presente nos domicílios e da maneira como é consumido, a evolução dos hábitos de assistir ao conteúdo com as novas tecnologias, bem como as mídias de relacionamento e as tendências que os provedores de serviços devem buscar hoje e no futuro.

Dia das mães que tal um presente um smathphone ou um tablet?

A unica empresa que me mandou portfólio foi a Motorola então lá vai!

Para mães modernas – Motorola RAZR D3

Preço sugerido: R$ 799
Imagem
O Motorola RAZR D3 chega primeiro ao Brasil nas versões dual-chip e single-chip e com ótimo custo-benefício, design elegante e tecnologia de ponta para os usuários mais exigentes. Com Android 4.1 (Jelly Bean) e garantia de atualização para a próxima versão, o novo integrante da família RAZR prima pela câmera, que tem 8 MP, uma das melhores entre os celulares da categoria, e registra os momentos com muita qualidade por meio da tecnologia BSI (Back Side Illumination), que garante ótimas fotos mesmo em ambientes mais escuros, e do sistema HDR (High Dynamic Range), que é capaz de tirar e combinar automaticamente diversas fotos da mesma imagem com diferentes níveis de exposição, entregando o melhor resultado.

O lançamento conta ainda com processador de ponta dual-core de 1,2 GHZ, que oferece velocidade e desempenho. Além disso, possui tecnologia NFC, que torna a vida muito mais fácil, pois permite compartilhar links, aplicativos, músicas, fotos e clipes do YouTube por meio da aproximação de dispositivos. No futuro, essa solução ainda permitirá fazer pagamentos de forma segura.

Para mães que priorizam a mobilidade – Motorola RAZ D1
Imagem
Preço sugerido: R$ 549

O Motorola RAZR D1 é outra novidade da Motorola Mobility para o mercado brasileiro, já que é o primeiro país a receber o produto. Além do destaque da câmera de 5 MP, que conta com a tecnologia BSI (Back Side Illumination), que garante ótimas fotos mesmo em ambientes mais escuros, e do sistema HDR (High Dynamic Range), capaz de tirar e combinar automaticamente diversas fotos da mesma imagem com diferentes níveis de exposição, entregando o melhor resultado, o smartphone ainda traz opções dual-chip com e sem TV analógica e digital, e single-chip com e sem TV analógica e digital.

Com Android 4.1 (Jelly Bean) e garantia de atualização para a próxima versão, o Motorola RAZR D1, assim como o Motorola RAZR D3, oferece acesso aos inovadores serviços do Google, com destaque para o Google Now, que mapeia a rotina do usuário, enviando alertas automáticos para facilitar seu dia a dia.

Entre as recomendações que o usuário pode receber, estão os melhores percursos em função do trânsito na cidade e dos seus compromissos, previsão do tempo, disponibilidade de pontos de comércio na região, além de serviços de tradução e de cotação da moeda local durante viagens, entre outras facilidades

Ambos os produtos, RAZR D1 e RAZR D3, também possuem SmartActions, aplicativo exclusivo da Motorola Mobility que automatiza tarefas cotidianas com base em regras como nível da bateria, hora e local.


Para mães tecnológicas – Motorola RAZR HD
Imagem
Preço sugerido: R$ 1.699.

Primeiro smartphone com a tecnologia 4G (LTE) do Brasil, o Motorola RAZR HD tem sistema operacional Android, processador dual-core de 1,5 GHz e display de 4,7 polegadas de alta definição (HD) para assistir a filmes e ver fotos sem perder a qualidade e a nitidez. Com a tecnologia NFC já acoplada ao produto, permite compartilhar links, aplicativos e clipes do YouTube por meio da aproximação de dispositivos com o Android™ Beam. As fotos também têm nitidez maior com a câmera de 8 MP com funcionalidade HDR, solução fotográfica profissional que automaticamente aprimora as imagens com ainda mais cores e definição.


Para mães corujas – Motorola RAZR i branco
Imagem
Preço sugerido: R$ 1.159.

Fino, leve e na sofisticada cor branca, o Motorola RAZR i com Intel Inside tem tela cheia, ou seja, que ocupa quase a totalidade da área útil frontal do produto. Com sistema operacional Android, é o primeiro smartphone com processador Intel de 2 GHz, que o torna ainda mais rápido em suas tarefas do dia a dia. É feito com materiais premium, e conta com ótimo custo-benefício, além de bateria de longa duração.

Para quem gosta de tirar fotos sem perder nenhum detalhe da vida dos filhos, este produto traz uma câmera com 8 MP que liga quase instantaneamente, com tecla dedicada para fotos, e o modo multi-shot, que permite captar dez imagens em menos de um segundo.

Para complementar, o Motorola RAZR i também vem com a tecnologia NFC para compartilhar contatos, links, mapas e muito mais com celulares compatíveis, por meio da funcionalidade Android Beam™.

Para mães executivas – Motorola XOOM 2 Media Edition (Wi-Fi e 3G)
Imagem
Preço sugerido: R$ 949

O Motorola XOOM 2 Media Edition é ideal para os compromissos do dia a dia, pois traz processador dual-core de 1,2 GHz, que torna o tablet muito mais rápido nas tarefas, o display brilhante de 8,2 polegadas, com Corning® Gorilla® Glass, que evita riscos e arranhões, e acabamento splash-guard, que faz o dispositivo ser resistente a respingos de água. Além disso, permite uma experiência nítida e brilhante, tanto para o usuário quanto para uma pessoa que estiver ao seu lado, já que apresenta grande ângulo de visualização (178°). Outra solução interessante é o infravermelho embutido, que transforma o aparelho em controle remoto universal de equipamentos de áudio e vídeo.

Para mães esportistas – Motorola DEFY MINI Rosa Dual-Chip Rosa
Imagem
Preço sugerido: R$ 499

Para a mulher que não abre mão de estar sempre em forma, o Motorola DEFY MINI dual-chip traz painel com cronômetro e indicador de calorias queimadas, mapa do percurso, controle do MP3 e previsão do tempo. O aparelho também está pronto para encarar os imprevistos do dia a dia, já que suporta pequenos incidentes, como respingos de água e suor. A tela é de 3,2 polegadas e o modelo vem com câmera de 3 MP e a interface da Motorola, que organiza automaticamente os contatos de acordo com a frequência das conversas e dos aplicativos mais utilizados. Conta também com rádio FM e MP3 player com integração, para sugestão de vídeos do artista (via YouTube) que estiver sendo reproduzido, rádio via internet e identificador de música.

Google pode comprar o WhatsApp por 1 bilhão de dólares!

Olha, gente: na próxima vida, por favor, criem um serviço de troca de mensagens, tá? Um bem simples, que seja funcional e que dê muito dinheiro depois. Ao que parece, O Google irá comprar o WhatsApp em breve pela bagatela de US$ 1 bilhão. UM BILHÃO DE DÓLARES.

Imagem

A informação ainda é só um rumor que dominou a internet na manhã desta segunda-feira. Ao que parece, as negociações começaram agora e ainda não há confirmação nenhuma. Mas a gente sabe que nenhum rumor surge do nada, né?

(Fonte: MacRumors)